O Horseball é jogado entre duas equipas de quatro cavaleiros que têm de apanhar uma bola do solo, sem desmontar. Usando depois um jogo baseado em passes, ataques e defesas, as equipas tentam marcar golos nas balizas que estão colocadas a três metros e meio do solo, nas extremidades do campo.

 
 

Os jogos a cavalo existem há milhares de anos e o horseball vai buscar inspiração a vários jogos e desportos que se podem encontrar um pouco por todo o mundo. São exemplos o “Bouzkachi” Afegão ou o “Pato” Argentino.

É com o “Pato” que o horseball tem uma maior ligação: uma bola com uma armação de couro, balizas nas extremidades do campo e um jogo de passes entre os diversos jogadores, sendo necessário apanhar a bola do chão sem desmontar. Jogado num campo ao ar livre de grandes dimensões, o “Pato” Argentino viu uma evolução quando foi trazido para a Europa nos anos 30, passando a ser jogado em picadeiros cobertos, locais que estava mais facilmente disponíveis. Nascia o “Pato” Indoor, que rapidamente veio a ser denominado de horseball.

O jogo passa também a ser utilizado em diversos países como forma de aprendizagem, já que a necessidade de receber e passar uma bola leva a que os cavaleiros ganhem equilíbrio e um maior desembaraço em cima das suas montadas. Em Portugal o desporto é praticado no Colégio Militar desde meados dos anos 50.

No final dos anos 70 começa a ser desenvolvido o desporto. Em França são criadas as primeiras regras específicas para o horseball e em 1979 é disputado o primeiro campeonato francês.

 
 

Em 1988 é realizada uma demonstração de horseball na Feira Nacional do Cavalo, na Golegã, por parte de um conjunto de jogadores franceses. Poucos meses mais tarde realiza-se o primeiro estágio para jogadores portugueses, donde viriam a nascer as primeiras equipas nacionais. O primeiro Campeonato Nacional é disputado em 1993, tendo-se seguido outras competições como a Taça de Portugal e a Super-Taça.

O futuro da modalidade começa a ser assegurado em 1994, com o aparecimento dos escalões de formação. Jovens jogadores, montados em póneis, iniciam a sua aprendizagem no horseball. Hoje vários jogadores séniores têm no seu currículo a passagem pelos escalões de formação.

No nosso país o desporto ganhou um novo impulso depois do ano de 2002, com a realização do europeu da modalidade em Beja. Hoje são disputados os Campeonatos Nacionais Masters e Trophy (1ª e 2ª divisão sénior) e o Campeonato Nacional Challenge (escalão sub-16), para além da Taça de Portugal Sénior e Sub-16, Super-Taça Diogo Mota e Super Challenge (a Super-Taça do escalão sub-16).

 

Ainda sem um campeonato nacional, em 1992 a selecção portuguesa participa no Campeonato da Europa de Horseball, vindo a conquistar uma improvável medalha de prata. Esse desempenho foi consolidado em vários europeus, onde Portugal já conquistou diversas medalhas de prata e de bronze.

Numa tentativa de levar o horseball para o outro lado do Atlântico, realizou-se em 2006 o primeiro mundial de Horseball-Pato, competição conquistada por Portugal, numa final renhida com a Argentina. Em 2008 Brasil, Argentina e Canadá participaram já no primeiro mundial de horseball, disputado em Ponte de Lima.